Mercado

Banco Keve faz doação à Maternidade Lucrécia Paim

13/10/2015 - 08:45, Banca, Banca

No âmbito da celebração dos seus 12 anos, o Banco Keve fez uma doação de consumíveis hospitalares à Maternidade Lucrécia Paim, em Luanda, participando assim na melhoria das condições.  A doação foi entregue pelo presidente da comissão executiva do Banco Keve, Arlindo Ngueva das Chagas Rangel, ao director da maternidade, Abreu Pecamena. Na ocasião, o […]

No âmbito da celebração dos seus 12 anos, o Banco Keve fez uma doação de consumíveis hospitalares à Maternidade Lucrécia Paim, em Luanda, participando assim na melhoria das condições. 

A doação foi entregue pelo presidente da comissão executiva do Banco Keve, Arlindo Ngueva das Chagas Rangel, ao director da maternidade, Abreu Pecamena. Na ocasião, o PCE do Banco Keve referiu que o acto está enquadrado no programa social do banco e nos seus 12 anos de existência.

Afirmou que acções do género irão prosseguir enquanto o banco existir, adiantando que “o banco foi criado para estar no mercado 200 a 300 anos, e enquanto existir vamos continuar a realizar acção social”, lembrou.

Adiantou que a doação foi antecedida de uma visita de constatação que determinou haver realmente dificuldades em materiais gastáveis na maternidade. “O sector da saúde consta do programa social do banco”, assegurou.

Refira-se que o banco registou um crescimento de 19% nos depósitos de clientes na ordem dos 16.003.545.558 Kz, o aumento dos activos em cerca de 20% (19.158.158.178.372 Kz) e, por conseguinte, o aumento igualmente dos resultados líquidos em 33% (424.813.808 Kz).

Esta evolução, segundo indicadores do banco, foi possível devido a um maior dinamismo comercial, suportado pelas mais de 50 agências e centros de empresas espalhadas pelo País. Objectivos  para 2015.

Segundo soube o Mercado, é pretensão do banco expandir a rede para todo o território, com o objectivo de aumentar a sua posição relativa no mercado, bem como a notoriedade da marca Keve e garantir níveis de serviços de excelência aos seus clientes.

Ao nível do mercado de capitais, o banco pretende ter uma presença activa, tanto no domínio da intermediação financeira de valores mobiliários como no da estruturação de emissões de dívida corporativa e aumento de capital.

POR AGOSTINHO RODRIGUES

 

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.