Mercado

BPC só deverá distribuir dividendos a partir de 2021

14/07/2017 - 11:57, Banca

Nova gestão, em funções há 100 dias, dá prioridade à reorganização da área comercial do banco. Lucros devem chegar antes de 2021, mas dividendos não.

Por Ricardo David Lopes

ricardo.lopes@mediarumo.co.ao 

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) prevê chegar aos lucros antes de 2021, último ano do Plano de Recapitalização e Reestruturação da instituição que está a ser implementado pela nova administração, revelou o PCA, Ricardo Viegas d’Abreu. A distribuição de dividendos, contudo, poderá não ser imediata, admitiu.

Segundo o responsável, que falava esta semana durante conferência de imprensa, onde fez o balanço dos primeiros 100 dias de mandato da nova gestão, num primeiro cenário “a recuperação total do banco ocorreria em 2021”, mas a administração acredita que “haverá lucros antes disso, não necessariamente para distribuir dividendos”.

A recuperação do BPC – que teve prejuízos de 29,5 mil milhões Kz em 2016 – “é um trabalho intenso e árduo, com todas as áreas a apostarem na racionalização de custos e ganhos de eficiência”, explicou.

O resultado do ano passado, destacou, deveu-se essencialmente ao “elevado nível de provisionamento efectuado” por causa da carteira de crédito malparado, na ordem dos 500 mil milhões Kz.

“Do ponto de vista do resultado operacional, o banco até deu lucro”, afirmou Viegas d’Abreu, defendendo que as provisões e imparidades – de cerca de 72 mil milhões Kz – assumidas em 2016 serviram para “aumentar os níveis de conforto do regulador e dos parceiros” do banco.

“A estratégia em curso no BPC – que está a negociar os termos da venda de 231 mil milhões Kz de malparado à Recredit, uma empresa pública que irá concentrar activos de cobrança duvidosa da banca angolana – aposta numa redução de custos e criação de novas fontes de receita”, adiantou o gestor.

Leia mais nesta edição nº112 do Jornal Mercado, já nas bancas. 

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.