Mercado

Dívida pública italiana passa de “estável” para “negativa”

08/12/2016 - 12:06, Banca

A agência de notação financeira, Moody’s, baixou a perspetiva do ‘rating’ de Itália.

Por Jornal Económico

A Moody’s baixou a perspectiva sobre a dívida pública italiana de “estável” para “negativa”. Esta noite, a agência de ‘rating’ norte-americana destacou o “lento progresso” verificado ao nível da prossecução de reformas económicas como motivo da quebra na nota.

A agência de notação financeira atribuiu esta classificação dado que a redução do peso da dívida pública de Itália, cujo valor supera os 130%, deverá sofrer mais uma vez um adiamento, que surge na consequência destas perspectivas mais baixas de crescimento económico do país a médio prazo.

A notícia surge quatro dias depois de o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, ter apresentado a demissão do Governo do país, na sequência da derrota no referendo. A classificação da Moody’s mostra que o país se encontra num nível de impasse político.

Na abertura das Bolsas, esta manhã, o BCP subia 5,3% e já acumulava um disparo de mais de 12 pct esta semana, continuando a acompanhar o ‘rally’ da banca italiana. O Monte dei Paschi, cujas ações escalam quase 6%, disse ontem à noite que pediu ao BCE uma extensão do prazo para completar o aumento de capital, de cinco mil milhões de euros, do final do ano para 20 de janeiro.

Esta quinta-feira, o presidente de Itália, Sergio Mattarela, começa a ouvir os diversos partidos para formar o próximo executivo.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.