Mercado

Lucros da Lloyd caem 15% no segundo trimestre

26/10/2016 - 10:28, Banca

No período entre Julho e Setembro, os lucros antes de impostos desceram para 811 milhões de libras, um valor que compara com os 958 milhões registados no mesmo período do ano passado.

O britânico Lloyds anunciou esta quarta-feira, 26 de Outubro, que o seu resultado líquido caiu 15% no terceiro trimestre deste ano, penalizado pelos mil milhões de libras (cerca de 1,12 mil milhões de euros) que o banco pagou aos clientes para compensar a venda indevida de seguros de crédito, avança o Jornal de Negócios.

No período entre Julho e Setembro, os lucros antes de impostos desceram para 811 milhões de libras, um valor que compara com os 958 milhões registados no mesmo período do ano passado.

Excluindo as compensações, e outros itens extraordinários, o resultado líquido foi de 1,91 mil milhões de libras, ainda abaixo das estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg que apontavam para 2,04 mil milhões de libras.

No início deste mês, o Governo britânico deu instruções ao Tesouro para concluir a venda da participação de 9,1% que o Estado ainda detém no capital do banco.
A venda das acções do Lloyds detidas pelo Tesouro deverá ser feita abaixo do preço médio pago pelo Estado aquando do resgate à instituição financeira, em 2009, mas ainda assim a “um preço justo”, segundo as instrução dadas ao Goldman Sachs, instituição responsável pela alienação.

O Governo deixou assim cair a intenção de alienar a participação no capital social a investidores particulares – como pretendia o anterior ministro das Finanças George Osborne – com o seu sucessor, Philip Hammond, a considerar que não é a altura certa para uma OPV no retalho.

As acções do Lloyds acumulam uma desvalorização de quase 24% em 2016 – o segundo pior desempenho entre os cinco maiores bancos do Reino Unido, atrás do Royal Bank of Scotland – um ano marcado pelo referendo que deu vitória ao Brexit e pela descida dos juros no país, que penaliza a rentabilidade do sector.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.