Mercado

Companhia defende maior fiscalização do mercado em 2017

09/01/2017 - 11:25, Seguros

Seguradora mostra-se preocupada com as companhias que fazem dumping de preços na venda de seguros, colocando em risco o próprio mercado.

Por Estêvão Martins

estevao.martins@mediarumo.co.ao 

A Bonws Seguros defende que sejam intensificadas as acções de fiscalização do mercado por parte do órgão fiscalizador e regulador dos seguros no País em 2017, que permita que haja uma transparência e uma verdadeira concorrência de mercado.

Falando em exclusivo ao Mercado, o CEO da companhia, Luís Vera Pedro, assinala que a falta de fiscalização tem prejudicado as demais seguradoras que se têm pautado por uma conduta exemplar no que diz respeito à prática de preços.

“Não é possível que nós, seguradoras, que exercemos a actividade de forma séria e profissional estejamos a ser de alguma forma prejudicados por companhias que não têm capacidade técnica nem financeira e aparecem a fazer dumping de preços”, disse.

Na sua opinião, o facto traduz uma concorrência desleal e prejudicial a todos os agentes de mercado e inclusive à própria economia, que não beneficia em nada com uma seguradora que cobra prémio inferior ao risco e depois não consegue pagar o sinistro.
Conforme afirma, o custo do seguro não se traduz apenas no risco.

Nota que há toda uma situação inerente ao resseguro que deve ser tida em conta, e há também os custos de gestão da própria companhia, que devem ser acrescentados ao risco.

Crescimento acima dos 100%

Luís Vera Pedro considera positivo o balanço da actividade realizada durante o ano passado, na medida em que a companhia foi brindada e recompensada por uma postura correcta no mercado, baseada em boas práticas de concorrência, na gestão adequada de sinistros e no atendimento aos clientes.

Em relação a 2015, a fonte em referência destaca que em 2016 a Bonws Seguros registou um crescimento superior a 100%, apesar do actual cenário de crise e de retracção económica que se regista no País

“Estamos implantados desde 2014, e o sucesso deveu-se, em parte, ao lançamento de uma prática de mercado em que fomos ao encontro dos clientes, ao invés de eles procurarem pelos nossos produtos”, salienta.

Acrescenta que, em suma, companhia passou a customizar as soluções que os clientes desejassem, uma vez que tinham expectativas e orçamento apertados face ao período menos bom que estavam a passar.

“Foi assim que chegámos junto dos clientes, identificámos e fizemos o levantamento das suas necessidades, com uma boa análise de risco, no sentido de perceber que produtos e que soluções se poderiam prover a seu favor”, afirma, destacando que com isto foi possível prover soluções para o mercado, fundamentalmente na área da saúde, com crescimento acentuado.
Perspectivas

Para 2017, a Bonws Seguros perspectiva continuar a inovar e abordar nichos de mercado que até ao momento não são explorados pelas seguradoras, uma vez ser mais cómodo abordar mercados de massificação.

No seguro automóvel, por exemplo, Luís Vera Pedro sublinha que o foco esteve virado para o segmento corporate. Assim sendo, o objectivo para este ano passa pela manutenção da linha de inovação, criando valor acrescentado para os clientes.
“Pretendemos criar mais coberturas, oferendo outras soluções e fazendo upgradesdas soluções que os clientes detêm, indo ao encontro das suas necessidades”, disse.

E mais, Luís Vera Pedro ressaltou ainda que, dentro do seguro de saúde, a companhia que dirige pretende trazer soluções bastante inovadoras e abrangentes para a satisfação dos clientes.

Por outro lado, como explica, dentro da área dos patrimoniais, a seguradora pretende trazer ao mercado produtos que não sejam normais e correntes entre as companhias nacionais.

Outro investimento será na área de transporte de mercadoria, em que a Bonws Seguros acredita que pode fazer a diferença.

“Estamos a trabalhar com o nosso broker de resseguro exactamente para trazer uma solução ajustada às necessidades do País, permitido trabalhar com mais rapidez e eficiência”, nota

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.