Mercado

Taxa de renovação do seguro automóvel atinge 75% na ENSA

03/09/2015 - 14:35, Banca, Seguros

A taxa de renovação do seguro automóvel tende a crescer até ao final do ano, devido ao aumento das contratações (novas apólices) no primeiro semestre do ano em curso.

Por Estêvão Martins | Fotografia Bloomberg

A maior seguradora nacional registou uma taxa de desistência inferior a 30% referente à renovação do seguro automóvel no primeiro semestre do ano em curso. No entanto, os dados contrastam com os números da GA Angola Seguros, onde a taxa de desistência está fixada em 70%.
No período de Janeiro a Junho de 2014, a ENSA arrecadou 36,7 milhões USD (4,6 mil milhões Kz) de prémios concernentes a 17 283 apólices automóveis emitidas pela seguradora.
Entretanto, em igual período (Janeiro a Junho) de 2015, 4295 dessas apólices, correspondentes a 4,6 milhões USD (580,4 milhões Kz), não foram renovadas, com uma taxa de desistência de 24,8%, englobando todas as apólices anuladas por iniciativa ou não do cliente.
O CEO da ENSA Seguros, Manuel Gonçalves, que falou em exclusivo ao Mercado, apontou que as causas da não renovação das apólices do seguro automóvel são diversas. Uma delas, avançou, tem que ver com a transferência de propriedade ou a inoperância dos veículos.
Precisou também que a taxa de renovação do seguro automóvel, que ronda os 75,2%, tende a aumentar até ao final do ano.
O facto, segundo disse, prende-se com o aumento das contratações (novas apólices), no primeiro semestre do ano em curso, que superam as apólices não renovadas no mesmo período.
“Observamos que houve um crescimento da carteira de seguro automóvel durante o semestre findo, permitindo uma projecção de crescimento até ao fim do ano”, assegurou Manuel Gonçalves.
No entanto, uma das causas de a taxa de renovação do seguro automóvel na ENSA Seguros estar acima dos 50% prende-se igualmente com o facto de a maior seguradora nacional ter entre os seus clientes inúmeras empresas (corporate), que geralmente fidelizam os seus compromissos.

GA Angola Seguros
Por seu lado, a taxa de desistência na GA Angola Seguros, uma das maiores seguradoras do País em valores de prémios emitidos, ronda os 70%, sendo que apenas 30% dos clientes têm renovado a sua apólice.
De acordo com Pedro Garcia, director de Linhas Pessoas & Banca Seguros, a sua seguradora traçou um plano com a concessão de estímulos, nomeadamente descontos para aqueles clientes que renovam a sua apólice de seguro, seja trimestral, semestral ou anual.
“A medida joga em dois lados, pois, quando acontece um determinado sinistro, existe o agravamento, e, caso contrário, o segurado recebe uma bonificação”, disse.
Explicou que o assegurado, se num determinado ano não registar a ocorrência de um sinistro, beneficia de um desconto de 5% no momento de renovação da apólice.
Passados dois anos sem o registo de um acidente por parte do segurado, o desconto passa a 10%, e vai subindo com o passar dos anos caso não haja a ocorrência de um sinistro.
“O estímulo é particularmente importante e faz com que os clientes renovem o seu seguro automóvel, porque, caso suspendam o pagamento do seguro num período de dois ou três meses, têm de criar obrigatoriamente uma nova apólice”, asseverou.
Pedro Garcia salientou ainda que a sua instituição realizou um estudo envolvendo 500 pessoas, para determinar as causas da não renovação da apólice do seguro automóvel. A maioria alegou questões económicas, e outra parte dos inquiridos (cerca de 2%) disse ter mudado para outras seguradoras.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.