Mercado

BAD financia Angola com 400 milhões USD

07/10/2015 - 18:31, Business, Finanças

O ministro das Finanças revelou ontem, em Lima, capital e maior cidade do Peru, que o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) concordou em liberar recursos financeiros de cerca de 400 milhões USD (54,5 mil milhões Kz), entre Outubro e Dezembro do ano corrente, no âmbito do acordo de financiamento em vigor. Segundo o ministro Armando […]

O ministro das Finanças revelou ontem, em Lima, capital e maior cidade do Peru, que o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) concordou em liberar recursos financeiros de cerca de 400 milhões USD (54,5 mil milhões Kz), entre Outubro e Dezembro do ano corrente, no âmbito do acordo de financiamento em vigor.

Segundo o ministro Armando Manuel, citado numa nota da assessoria de imprensa do Ministério das Finanças, à margem de um encontro com o director-executivo do BAD, Mohamed Rafique, o montante serve para apoiar projectos de investimento público, já em curso no País.

No entanto, de acordo com o ministro, os projectos passam a execução tão logo a Assembleia Nacional aprova a revisão da Lei da Contratação Pública, no quadro de medidas de reforma em curso.

Na reunião entre os dois responsáveis da alta finança angolana e africana, foi abordada a revisão do estado das relações económico-financeiras entre o País e a instituição financeira panafricana.

O montante a ser concedido pelo BAD enquadra-se no acordo assinado com o Executivo, em Agosto de 2014, avaliado em 1000 milhão USD, visando financiar a execução do ambicioso programa de construção e reabilitação de infra-estruturas do País.

No quadro do referido acordo de financiamento, destacam-se 12 projectos em vigor nos mais diversos sectores da actividade económica e social, estando em negociação, na vasta carteira de investimentos públicos, o Projecto de Desenvolvimento da Ciência e da Tecnologia, afecto ao Ministério da Ciência e da Tecnologia, avaliado em 100 milhões USD.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.