Mercado

Biocom aumenta produção

14/06/2018 - 09:52, Business

A Companhia de Bioenergia de Angola (Biocom), já produziu 15 mil das 100 mil toneladas de açúcar previstas em Cacuso, Malanje, para este ano.

Segundo o director adjunto da companhia, Luís Bagorro, essa produção começa a ser comercializada aos agentes económicos do município de Cacuso, para potenciar o comércio retalhista e expansão do produto.

Falando durante um encontro com operadores económicos de Malanje, Bagorro fez saber que será desenvolvida uma campanha de divulgação da qualidade do açúcar e a venda poderá se estender aos empresários de outras províncias do país, associados ao projecto Biocom aos preços de AKZ 7 mil e 500 e 7 mil e 800 kwanzas o saco de 50 kg.

Os comerciais elogiaram a iniciativa da Biocom em vender localmente o açúcar, pois abre oportunidades a todos os agentes económicos e fomenta o crescimento da economia, geração de receitas e o emprego para a juventude.

Denominado “Kapanda”, o açúcar da Biocom, começou a ser comercializado em 2016.

Dizer que a Biocom é um projecto inserido no Pólo Agro-Industrial de Capanda, numa parceria entre o Estado angolano investidores privados, destinado a produzir, além do açúcar, energia eléctrica e etanol, visando abastecer o mercado nacional e reduzir a importação.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.