Mercado

CEO da Montblanc encontra base de apoio na guerra dos relógios inteligentes

03/09/2015 - 18:24, Business, Consumo

As marcas querem, cada vez mais, acompahar as novas tecnologias. A Apple ditou a moda. Os outros seguem…

Talvez os relógios não sejam a primeira coisa que nos vem à mente quando pensamos na Montblanc, mas o CEO Jérôme Lambert está apostado em mudar isso. Desde a sua chegada, em 2013, a marca tem ampliado estrategicamente a divisão de relógios, juntamente com a das canetas de luxo e a dos produtos de couro com os quais fez seu nome. E agora Lambert quer entrar também na disputa pelos relógios inteligentes.
O Montblanc e-Strap é um dispositivo secundário usado na pulseira de um relógio para adicionar funções como alertas de calendário e notificações de e-mail sem interferir com o relógio mecânico. Ele chegará às lojas da Europa no final de Agosto e aos EUA no início de Outubro. É importante frisar que, por enquanto, a Montblanc não disponibilizará o e-Strap como um dispositivo independente. O cliente terá de adquiri-lo juntamente com um dos três relógios da Montblanc, com preços totais que variam de 3140 USD a 4900 USD.
O director-geral de relógios da Montblanc, Alexander Schmiedt, disse à Bloomberg em Maio que acreditava que a combinação da tecnologia contemporânea da empresa com um relógio mecânico tradicional proporcionava mais valor a longo prazo do que um relógio inteligente totalmente descartável. Além disso, é uma possibilidade para que os amantes de relógios também desfrutem destes aparelhos.
“Em comparação com uma solução de relógio único, a diferença é que eu não o uso como aparelho principal. É um aparelho adicional, um acessório do relógio”, disse Lambert, em entrevista à Market Day, da Bloomberg. As actualizações de software serão lançadas trimestralmente pela Montblanc, e a empresa planeia manter o primeiro e-Strap no mercado por pelo menos dois anos.
Criações insanas
Por ter ocupado os cargos máximos da A. Lange Söhne e da Jaeger-LeCoultre antes de entrar para a Montblanc, Lambert leva muita experiência na fabricação de relógios para a gestão da empresa. Combine isso ao modelo Villeret da marca, à oficina na Suíça e à propriedade da histórica fabricante de engrenagens Minerva, e terá uma noção de como a Montblanc formou uma operação realmente de ponta. Em pequenas quantidades, a empresa está a produzir criações insanas, como o Villeret Tourbillon Cylindrique Geosphères, que é vendido por centenas de milhares de dólares e atrai coleccionadores de produtos de alto padrão. Ao mesmo tempo, contudo, a escala da Montblanc também permite a criação de produtos complexos mais acessíveis, como o Heritage Spirit Orbis Terrarum, vendido a 5800 USD, uma fracção do preço da maioria dos relógios com hora mundial.
Para Lambert, tudo se resume, afinal, a reconhecer a tecnologia sem descartar as tradições da fabricação de relógios mecânicos.
“A nossa tradição vem da fabricação de relógios de alta qualidade, não vem do mundo da tecnologia. É por isso que optamos por uma solução que é um complemento para a tecnologia tradicional”, disse ele. “Se o compararmos individualmente com um monitor de actividades, temos mais funções: monitor de actividades, notificações, ‘encontre-me’… A diferença é que eu posso ter tudo isso com o meu relógio.”
Bloomberg

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.