Mercado

Construção de termoélectrica no Soyo custará 837 milhões USD

19/01/2017 - 10:36, Construção & Obras Públicas

O projecto envolve também a construção de uma linha eléctrica até à capital, ao longo de mais de 400 quilómetros, com 1.500 torres.

837 milhões USD serão empregues a construção da central de ciclo combinado (termoeléctrica) do Soyo. O financiamento advém do Banco Industrial e Comercial da China, resultante de um acordo entre o governo angolano e o banco estatal chinês lançado no final do primeiro semestre de 2016.

A empreitada, atribuída a empresas chinesas, está avaliada em 985 milhões USD, devendo a central começar a produzir electricidade para a rede pública, a partir de gás natural, durante o primeiro trimestre de 2017.

O projecto envolve também a construção de uma linha eléctrica até à capital, ao longo de mais de 400 quilómetros, com 1.500 torres.

A primeira máquina de geração de electricidade desta central deverá entrar em testes no início de 2017 e as restantes três ao longo do ano.

Estima-se que a ligação eléctrica entre o Soyo e Luanda esteja concluída até Maio.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.