Mercado

Falta de energia será reduzida com Ciclo Combinado do Soyo

15/03/2017 - 12:55, Construção & Obras Públicas

O Ciclo Combinado deverá estar completo em 2018 com a entrada em funcionamento, faseada, das restantes turbinas.

A primeira unidade da central do Ciclo Combinado do Soyo deverá contribuir para a redução do défice de energia provocado pelo processo de enchimento da albufeira de Laúca, avança Research Atlântico.

Segundo o Ministério da Energia e Águas, a central do Ciclo Combinado do Soyo, com capacidade de 750 megawatts, e as centrais térmicas do Morro Bento e Camama, cada uma delas com 50, deverão ser colocadas em funcionamento para restabelecer a energia.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.