Mercado

Grupo OPAIA alarga investimentos na Europa

24/07/2017 - 08:42, Business, featured

Depois de fortificar as bases em Portugal, o grupo liderado por Agostinho Kapaia já ruma para outros países do Velho Continente. Espanha pode preencher o itinerário.

Por Pedro Fernandes

pedro.fernandes@mediarumo.co.ao 

Após implementação de projectos no Dubai, no Brasil, nos EUA, na China e em Portugal, o grupo empresarial angolano OPAIA vê na Europa um espaço apetecível para alargar os seus investimentos, conforme garantiu ao Mercado o presidente do grupo, Agostinho Kapaia.

“Nestes 15 anos de existência, a OPAIA tem sido uma empresa-modelo no que à internacionalização diz respeito. Estamos a iniciar também operação noutro país europeu, que será oportunamente anunciada”, disse Agostinho Kapaia.

Sem detalhar o próximo destino dos investimentos do grupo, Agostinho Kapaia sublinha a importância que tem para o País a internacionalização de um grupo empresarial angolano, apontando a promoção (fora do País) do programa do Governo Feito em Angola como exemplo.
“Estamos a contribuir para a promoção do programa Feito em Angola, que no nosso entender é uma das maiores iniciativas do Governo de Angola em prol da captação, valorização e promoção do investimento nacional”, disse.

E para dar corpo às declarações do empresário, o Grupo OPAIA integra, desde o princípio do mês, a Câmara de Comércio África-EUA, estrutura ocupada pela promoção das parcerias entre empresários africanos e norte-americanos.

“Ao integrar esta plataforma, estamos a contribuir para facilitar e potenciar encontros com decisores e potenciais investidores de mercados mais avançados. Em termos gerais, o maior contributo será o de promover positivamente o País, mostrando a qualidade da produção nacional e, principalmente, a vontade dos empresários angolanos de melhorar a produção interna e, como isso, catapultar as actividades para a economia global”, argumentou.

Ainda sobre a integração na Câmara de Comércio África-EUA, Agostinho Kapaia considera “um passo muito importante para o percurso do Grupo OPAIA, “como também para o posicionamento do País lá fora”.

“Com esta integração, teremos oportunidade de estar mais próximos de líderes e decisores tanto americanos como de outras nacionalidades, aumentando a rede de networking, que é tão estratégica, como também estar a par das melhores práticas e tendências globais”, considerou.

Quanto ao resultado financeiro no exercício 2015-2016, o presidente do grupo disse que se está numa fase de reunião de informações que permitirão apresentar os resultados da actividade, remetendo a sua divulgação para tempo oportuno.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.