Mercado

Justiça alemã investiga fraude e publicidade enganosa na Porsche

11/07/2017 - 08:48, Business, Tecnologia

Há bases para suspeitar de possível fraude de funcionários quer na sede da fabricante automóvel quer na sucursal norte-americana.

Por Diogo Ferreira Nunes

A procuradoria de Justiça de Estugarda, na Alemanha, está a investigar os funcionários da Porsche por suspeita de fraude e publicidade enganosa relativa às emissões de carros a gasóleo. Esta é a mais recente suspeita de fraude nas emissões dentro do grupo Volkswagen.

Em comunicado, o procurador local Jan Holzner referiu que há bases para suspeitar de possível fraude de funcionários quer na sede da fabricante automóvel quer na sucursal norte-americana. Alguns modelos da marca de Estugarda estavam equipados com o motor três litros fabricado pela Audi e que teria instalado um sistema para enganar as emissões durante os testes de homologação, recorda esta segunda-feira a Reuters.

A fraude da Volkswagen foi descoberta em Setembro de 2015. Em causa esteve a instalação de um sistema para enganar as emissões do motores a gasóleo de 11 milhões de automóveis em todo o mundo.

Dinheiro Vivo 

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.