Mercado

Trocas comerciais entre Angola e EUA registam quebras

02/12/2016 - 17:20, Business

A redução do preço do petróleo no mercado internacional e a crise de divisas que o País atravessa são a causa que coloca a parceria neste patamar.

Por Pedro Fernandes

pedro.fernandes@mediarumo.co.ao 

As trocas comerciais entre Angola e os EUA vêm apresentando quebras, tendo as exportações angolanas recuado de 16 mil milhões USD nos últimos seis anos para 2,8 mil milhões USD em 2015, segundo dados avançados ao Mercado pelo director executivo da Câmara de Comércio EUA-Angola.

Já os EUA mantiveram-se sempre na fasquia dos 2 mil milhões USD, sendo que em 2015 as vendas de Angola para aquele país americano se saldaram em 2,1 mil milhões USD, conforme acrescentou Pedro Godinho durante a Travel Store, um salão de viagens de negócios realizado nesta semana, em Luanda.

“As relações comerciais entre Angola e os Estados Unidos da América foram sempre reféns do petróleo. As exportações de Angola para os EUA resumem-se a esta commodity, daí a importância da diversificação nestas trocas”, disse Pedro Godinho lembrando-se da produção de café em larga escala durante o período colonial, considerando urgente a diversificação dos meios angolanos de troca a nível internacional.

Saiba mais, nesta edição, do Jornal Mercado. Adquira já…nas bancas.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.