Mercado

Angola acolhe Semana Mundial do Empreendedorismo

14/11/2016 - 09:33, Capital Humano, Empreendedor

Criada em 2007, a iniciativa ocorre em mais de 160 países tendo, atingido mais de 25 mil parceiros, com 35 mil actividades e 10 milhões de participantes.

Por André Samuel 

andre.samuel@mediarumo.co.ao 

Angola realiza pela primeira vez a Semana Global do Empreendedorismo de 14 a 18 do corrente mês na Universidade Católica de Angola com o intuito de fortalecer e disseminar a cultura empreendedora, conectando, capacitando e inspirando as pessoas a empreender.

Criada em 2007 a Semana Global do Empreendedorismo ocorre em mais de 160 países, tendo atingido mais de 25 mil parceiros, com 35 mil actividades e 10 milhões de participantes. Assim ele é concebido até hoje, como um grande movimento que acredita na causa do empreendedorismo na geração de desenvolvimento económico e social e como transformador das realidades.

No País a realização do certame está a cargo da empresa de direito angolano Touch & Talk e parceiros que pretendem passar a organizar, apoiar e replicar esta iniciativa, a nível nacional. Espera-se a participação de um mínimo de 500 participantes por painel diariamente.

Os cinco painéis abordarão temas como “os empreendedores jovens, como a principal fonte do desenvolvimento de angola”, “a educação de jovens e adultos, em discussão para o empreendedorismo”, “as empresas do sector produtivo, como reguladores da vida económica e social”, o “binómio inovação e competitividade, como factor de desenvolvimento”. “Pela primeira vez, teremos a honra de albergar este magno evento no nosso País, cujo lema é: “O Empreendedorismo Acelera Angola” e estará baseado em cinco grandes eixos: Juventude; Educação; Saúde; Sector Produtivo; Tecnologia e Inovação” refere o Chairman da Touch & Talk, José Carlos Santos.

Com a realização do evento os promotores pretendem inspirar jovens com menos de trinta anos que podem contrariamente não ter considerado isso como uma carreira. Conecta-los, e também as organizações, através das fronteiras nacionais para descobrir novas ideias no cruzamento de culturas e disciplinas.

“Podemos indicar empreendedores activos e inspiradores ao redor do mundo para treinar e orientar a próxima geração de talentos empresariais, tal como eles perseguem seus sonhos” garante.

Resultados esperados

De acordo com a organização esperase uma análise mais profunda do estado actual dos provedores e empreendedores a nível nacional e fomento de maior conhecimento e identificação das necessidades e requisitos para aperfeiçoar/melhorar a qualidade do desempenho dos diferentes actores
Reforço das redes utilitárias, do sistema de empreendedorismo e a expansão da sua compreensão, pelos espaços do território urbano e rural do País.

Possibilidade de reforço da qualidade e promoção do “empreender”, sem limites, com sustentabilidade e visão, acção estratégica do Estado e do ecossistema, priorizando-se os grupos de atendimento constitucionais.

Alcançar um empreendedorismo sem fronteiras, conciliação de várias culturas, dinâmicas e mercados bem como alargar a rede do Ecossistema local, com diálogo e entendimento entre todos os parceiros participantes em Angola.

Objectivos do Fórum

1.Participar no fortalecimento do circuito de informação e conhecimento, sobre o tema “Empreendedorismo” e na criação dum ecossistema forte e uniforme no domínio;
2. Cooperar na melhoria das capacidades de desempenho, dos provedores de empreendedorismo público e privado, de empreendedores pertencentes aos grupos vulneráveis e de outros actores, que intervêm no crescimento e desenvolvimento sustentável de Angola;

3. Colaborar com a Global Entrepreneurship Network, para que esta organização apoie acções nacionais concretas de fomento ao Empreendedorismo e o seu alargamento para as plataformas regionais de África e para outras áreas continentais multidimensionais, que proporcionem a criação de valor empreendedor, inovador e criativo.

4. Sensibilizar os diferentes públicos para a valorização de actividades subjacentes ao empreendedorismo, necessárias à promoção e o crescimento empresarial.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.