Mercado

Divulgados os resultados do Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde 2015-2016

29/12/2016 - 15:02, Capital Humano

Entre os resultados apurados pelo INE, destaca-se a taxa bruta de natalidade (o número anual médio de nados-vivos no seio da população total) que situou-se em 43,4% e a taxa de mortalidade infanto-juvenil (probabilidade de morrer antes de completarem os 5 anos) que situa-se em 68%.

Realizado entre Outubro de 2015 e Março de 2016, o inquérito permite adicionar Angola à lista de países que já realizaram um inquérito Demográfico e de Saúde (IDS), tendo realizado conjuntamente o quarto Inquérito de Indicadores Múltiplos(MICS IV) e o primeiro Inquérito Demográfico de Saúde (DHS I). A informação advém da análise diária do Banco Atlântico.

Entre os resultados apurados pelo INE, destaca-se a taxa bruta de natalidade (o número anual médio de nados-vivos no seio da população total) que situou-se em 43,4% e a taxa de mortalidade infanto-juvenil (probabilidade de morrer antes de completarem os 5 anos) que situa-se em 68%.

O inquérito foi realizado e coordenado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em colaboração como Ministério da Saúde (MINSA), e contou com a assistência técnica da UNICEF (Fundo das Nações Unidaspara a Infância) e da ICF Internacional, através do Programa de Inquéritos Demográficos e de Saúde(Programa “Demographic and Health Survey”—DHS) e financiado pela Agência dos Estados Unidos para oDesenvolvimento Internacional (USAID), pelo Banco Mundial e Governo de Angola.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.