Mercado

ISAF em busca de novas parcerias

12/05/2017 - 12:14, Capital Humano, Universidade

A instituição ambiciona estender o seu leque de parceria em termos reciprocamente vantajosos, cujas áreas de competência possuam reconhecimento internacional.

Por Líria Jerusa

liria.jerusa@mediarumo.co.ao 

O Instituto Superior de Administração e Finanças (ISAF) está à procura de parcerias institucionais com os seus congéneres que tenham competências reconhecidas a nível internacional. A informação foi avançada ao Mercado pelo director-geral da instituição, Alberto Pereira.

De acordo com Alberto Pereira, o ISAF já possui algumas parcerias com instituições angolanas e estrangeiras, nomeadamente as Universidades Católicas de Angola, Lisboa e Porto, bem como com o Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa e com a Escola Superior das Actividades Imobiliárias de Lisboa.

“Como já estamos licenciados para o exercício do ensino superior privado, ampliaremos aquelas parcerias para as áreas de interesse de fortalecimento e de crescimento do ISAF, com destaque para a formação de docentes e enriquecimento curricular”, disse.

Por se encontrar numa fase embrionária, a instituição ainda não dispõe de parcerias empresariais para o encaminhamento dos alunos ao mercado, mas compromete-se a actuar como um “facilitador” da relação entre os estudantes e as empresas, sem promessa de vinculação laboral futura.

“Temos gizada a criação de estágios profissionais para facilitar a inserção dos nossos futuros licenciados no mercado de trabalho, em moldes que permitam aos nossos estudantes aplicar os conhecimentos adquiridos e proporcionar in locoa pressão do mundo real dos negócios”, esclareceu.
Segundo o director-geral, prevê-se, para o próximo ano, uma terceira licenciatura no ramo de Tecnologias de Informação.

Actualmente, a instituição dispõe de apenas duas licenciaturas, ligadas às áreas de Gestão Bancária e Seguros, e de Contabilidade e Finanças.

No tocante à estrutura do corpo docente, Alberto Pereira diz que é composto por oito professores, maioritariamente nacionais, sendo que parte deles é habilitada com o grau de doutoramento e mestrado.

“Para o número de estudantes inscritos, este número de docentes dá-nos um rácio invejável de 16 estudantes por docente”, revelou.
O instituto prevê, igualmente para o próximo ano, aumentar o número de candidatos inscritos.

“Actualmente, a nossa instituição conta com 130 inscritos, repartidos pelas distintas licenciaturas, que actuam em dois turnos: manhã e pós-laboral. Mas esperamos, em 2018, acomodar cerca de 450 estudantes.”

O programa de licenciaturas do ISAF foi customizado à medida das necessidades do sector da banca e seguros, tendo em linha de conta que este segmento exige cada vez mais um elevado grau de especialização. Daí a aposta em quadros devidamente especializados nesta área.
A instituição dispõe, nas suas instalações, de laboratório de informática, biblioteca e actividades de extensão universitária de âmbito cultural.
“O ISAF tem assumido a responsabilidade de ministrar um ensino superior de qualidade, de exigência e rigor, a par de contribuir para a formação cívica dos seus alunos como cidadãos, promovendo, para isso, actividades extracurriculares e de extensão universitária”, assegurou.
Para o aperfeiçoamento dos estudantes, tem administrado semanalmente quizzes que permitirão avaliar o seu grau de aproveitamento, e, de acordo com o responsável, os resultados têm sido positivos.

“Trata-se de uma prática que estimula os estudantes ao estudo continuado e contribui para combater o absentismo às aulas, dado que são efectuados sem aviso prévio”, referiu.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.