Mercado

Negócios triplicam em Novembro

16/12/2016 - 13:00, featured, Finanças

Estima-se que até ao final do ano o volume de negócio ronde os 335 mil milhões Kz, equivalentes a 2 mil milhões USD.

Por André Samuel

andre.samuel@mediarumo.co.ao 

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) registou, durante o mês de Novembro, 129 negócios, correspondentes a 231 962 títulos de obrigações do Tesouro (OT), num montante de 46,3 mil milhões Kz, dos quais 13,2 mil milhões em ambiente multilateral e 33,1 mil milhões Kz em regime bilateral de pós-negociações.

De salientar que este foi o mês de arranque do segmento de bolsa de títulos do Tesouro com negociações em ambiente multilateral cuja expectativa é o aumento das transacções e maior transparência na formação de preços.

O mercado passou a contar com um ambiente de negócios que proporciona a adequada segurança jurídica e legítima confiança de quem investe e de quem se financia, em que as ordens de compra e venda dos investidores são transmitidas, registadas e concretizadas em tempo real, através dos agentes de intermediação, procedendo a BODIVA, por intermédio da CEVAMA – sua unidade orgânica –, à custódia, compensação e liquidação dos títulos transaccionados.
O valor negociado nesta data representa, comparativamente a Outubro, um aumento de 116 % no volume de negócios face aos 21,4 mil milhões Kz daquela data. Com o resultado de Novembro, a BODIVA totaliza assim o montante de 307 mil milhões Kz negociado desde o início do ano, perfazendo uma média mensal de 27,9 mil milhões Kz.

Com isso estima-se que até ao final do ano o volume de negócio ronde os 335 mil milhões Kz, equivalentes a 2 mil milhões USD.

Relativamente ao desempenho dos agentes de intermediação, as transacções foram realizadas pelo Banco Internacional de Crédito (BIC) com 45,19% das negociações, Banco de Fomento Angola (BFA) com 34,84%, Standard Bank Angola (SBA) com 16,58%, Banco Millennium Atlântico com 1,85%, o Banco Regional do Keve com 1,03%, o Banco Angolano de Investimentos (BAI) com 0,50% e o Banco de Negócios Internacional (BNI) com uma quota de 0,01% do montante total dos negócios realizados.

A realização dos negócios sobre títulos do Tesouro em mercado regulamentado, ao dar a conhecer a todo o mercado os termos dos negócios (preço e quantidade) efectuados, irá concorrer para o aumento da transparência e da confiança dos investidores, bem como para a formação de uma curva de preços para os activos nele negociados, que deverão servir de referência para futuras transacções. A BODIVA tem como objecto principal a gestão de mercados regulamentados e é regulada pelo Regime Jurídico das Sociedades Gestoras de Mercados Regulamentados e de Serviços Financeiros sobre Valores Mobiliários. A sua natureza, a actividade em si integrada, a missão que se propõe e os valores que defende obrigam à definição das regras que orientam o funcionamento dos mercados regulamentados por si geridos

Assim, põe à disposição da economia angolana mercados juridicamente seguros, onde as entidades que procuram financiar as suas actividades (os emitentes) e aqueles que pretendem rentabilizar os seus capitais (os investidores) poderão negociar com equidade, confiantes de que não serão discriminados ou preteridos no acesso à informação, nem no acesso às oportunidades de negociação que surjam.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.