Mercado

Preços registam a menor subida do ano

15/11/2016 - 12:41, featured, Finanças

Em Luanda a inflação mensal foi de 1,7% a menor registada este ano tendo a maior ocorrida em Julho com 4%. A inflação acumulada, em 36.03%, permanece abaixo da meta estabelecida do Estado de 38,5%.

IPC nacional registou uma variação de 1,52%, durante o período de Setembro a Outubro de 2016, conclui o relatório do Instituto Nacional de Estatística.

A consubstanciar este dado, a classe “Alimentação e Bebidas não Alcoólicas” foi a que mais contribuiu para o aumento do nível geral de preços, com 0,41 pontos percentuais durante o mês de Outubro, seguida das classes: “Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção” com 0,26 pontos percentuais, “Vestuário e Calçado” e “Bens e Serviços Diversos” com 0,22 pontos percentuais cada. As restantes classes tiveram taxas inferiores a 0,22 pontos percentuais.

Entretanto, no que toca a variação de preços, as províncias que registaram maior aumento durante o mês de Outubro foram: Cuando Cubango com 2,27%, Lunda Norte com 2,03% e Uíge e Malange com 1,95% cada. As províncias com menor variação foram: Bié com 0,88%, Benguela com 1,05% e Huambo com 1,18%.

Já na capital, Luanda, o Índice de Preços no Consumidor (IPC) registou uma variação de 1,79% entre o mês de Setembro a Outubro de 2016, a menor desde o arranque do presente ano, tendo a maior ocorrido em julho com uma variação na ordem do 4%.

A classe “Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção” foi a que registou o maior aumento de preços com 4,99%. Destacam-se também os aumentos dos preços verificados nas classes “Vestuário e Calçado” com 4,36%, “Bens e Serviços Diversos” com 3,70% e “Lazer, Recreação e Cultura” com 3,21%.
O custo de vida, em Outubro do corrente ano, gravou 40% comparativamente a igual período do ano passado.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.