Mercado

Prémios Sirius: Excelência das empresas nacionais será alvo de distinção

22/11/2016 - 08:30, featured, Finanças

A sexta edição da iniciativa conta com uma inovação: a categoria Prémio Melhor Empresa Exportadora.

Por Estêvão Martins

estevao.martins@mediarumo.co.ao 

É já nesta quinta-feira, 24, que o País deverá conhecer os vencedores da sexta edição dos Prémios Sirius, em Luanda, que tem como pano de fundo a excelência, o talento e as boas práticas.

Esta sexta edição conta com uma inovação, a categoria Prémio Melhor Empresa Exportadora. O prémio visa reconhecer o projecto de investimento que, pela sua qualidade, impacto e relevância, pela criação de emprego e contributo para a balança comercial nacional e diversificação da economia, que mais se distinguiu durante o ano.

As restantes categorias incluem: Melhor Empresa do Sector Financeiro, Melhor Empresa do Sector não Financeiro, Melhor Relatório e Contas do Sector Financeiro e Melhor Relatório e Contas do Sector não Financeiro.

Constam ainda as categorias de Gestor do Ano, Melhor Programa de Responsabilidade Social, Melhor Programa de Desenvolvimento do Capital Humano, Prémio Empreendedor do Ano e Melhor Investimento Directo Estrangeiro.

Nomeados

Estão nomeados para os Prémios Sirius 2016 (apresentados por ordem alfabética), para o Prémio Melhor Empresa do Sector Financeiro, o Banco Comercial do Huambo, o Banco Caixa Angola, o Banco de Fomento Angola e o Banco BIC.

Em relação ao Prémio Melhor Empresa do Sector não Financeiro, foram nomeados: Biocom, Cuca, BGI, Griner, Grupo Diside, Omatapalo, Refriango, Unitel e a firma Zahara Comércio.

Para o Prémio Melhor Relatório e Contas do Sector Financeiro, concorrem: Banco Angolano de Investimentos, Banco BIC, Banco Caixa Angola,Banco de Fomento Angola, Banco Keve, Nossa Seguros e Standard Bank Angola.

As empresas EPAL, Griner, Omatapalo e Sociedade Mineira de Catoca constam entre os nomeados para o Prémio Melhor Relatório e Contas do Sector não Financeiro.

David Viela, da GE Angola, José de Lima Massano (BAI), Manuel Monteiro (Fertiangola), Mário Palhares (BNI), Rui Cruz (Imogestin) e Rui Santos, da Sistec, concorrem para a categoria Prémio Gestor do Ano.

Em relação ao Prémio Melhor Programa de Responsabilidade Social foi nomeado o Banco de Fomento Angola, Biocom, BP, Chevron, Endiama, Total e a empresa de telefonia móvel Unitel.

Entre os nomeados do Prémio Melhor Programa de Desenvolvimento do Capital Humano constam a Refriango, Shoprite, Standard Bank Angola, Unitel e o grupo Zahara Comércio.

Entretanto, para o Prémio Empreendedor do Ano, foram nomeados Adérito Areias – Grupo Adérito Areias, António Branquinho Maia – Grupo Equador, Bartolomeu Dias – Grupo Bartolomeu Dias, Elizabeth Dias Santos – Grupo Diside, Luís Silva – AJS Transportes e Turismo, Nélson Carrinho – Grupo Leonor Carrinho, Silvestre Tulumba – Grupo S. Tulumba.

O grupo Agrolíder e as empresas Angostone e Vidrul são as nomedas para a categoria referente ao Prémio Melhor Empresa Exportadora.
Segundo a organização, o vencedor da categoria Melhor Investimento Directo Estrangeiro será anunciado no decurso do jantar de gala, sem recurso a prévia publicação de lista de nomeados.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.