Mercado

Subsidiárias prejudicaram resultados da Sonangol

06/07/2017 - 09:05, featured, Finanças

A concessionária acusou enormes prejuízos no segmento non core, associados à baixa que se vem registando no preço do barril de petróleo no mercado internacional.

Por Estêvão Martins | Fotografia Njoi Fontes 

O resultado líquido consolidado da Sonangol EP de 2016, equivalente a 13,282 mil milhões Kz, representando uma diminuição de 72% face ao exercício de 2015, foi afectado, sobretudo, pelo segmento non core do grupo, que apresentou resultado negativo de cerca de 138,6 mil milhões Kz, apesar dos esforços na execução do programa Sonalight, que visa a redução de custos.

O segmento, que inclui todas as demais actividades do grupo não relacionadas com a cadeia de valor do negócio de petróleo e gás, é constituído pelo conjunto de empresas subsidiárias, cuja actividade principal visa dar suporte aos negócios nucleares da Sonangol EP.

Fazem igualmente parte empresas que desenvolvem negócios de carácter social e relacionados com o desenvolvimento de capital humano ou que têm como prioridade o apoio ao desenvolvimento económico do País.

Trata-se da Sonair, MS Telcom, Sonangol Holdings, Sonangol Investimentos Industriais (SIIND), Sonangol Imobiliária e Propriedades (SONIP), Clínica Girassol, Academia Sonangol e Sonangol Vida.

As empresas supracitadas causaram enormes prejuízos ao grupo, tendo contribuído para as receitas exíguas da petrolífera nacional, associadas à baixa que se vem registando no preço do barril de petróleos no mercado internacional.

Os dados constam do Relatório e Contas da petrolífera apresentados, recentemente, à imprensa pela chairman, Isabel dos Santos. No entanto, para o resultado líquido, contribuíram, de forma significativa, segundo o Relatório e Contas da multinacional, cerca de 142 milhões Kz da actividade downstream(logística e distribuição).

Leia mais, nesta edição nº111 do Jornal Mercado, brevemente nas bancas. 

 

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.