Mercado

Brasil: Eduardo Cunha é destituído pela Câmara dos Deputados

13/09/2016 - 10:20, América Latina, Global Report

Cérebro da destituição de Dilma Rousseff perde cargo de deputado por decisão da Câmara que liderou até um juiz do Supremo Tribunal colocar em causa a sua ética sob suspeitas de corrupção.

A Câmara dos Deputados do Brasil votou de forma favorável o afastamento do cargo de deputado de Eduardo Cunha, principal mentor da destituição de Dilma Rousseff, avança Económico.

Com 450 votos a favor e apenas 10 contra, além de nove abstenções, Cunha vê completo o processo de afastamento de uma Câmara que liderou até um juiz do Supremo Tribunal colocar em causa o seu comportamento e submeter a continuidade à votação da Comissão de Ética da entidade. Já se demitira da liderança na esperança de continuar como deputado, mas agora até esse vínculo perdeu

Um dos mais impopulares políticos no país, Eduardo Cunha é suspeito de corrupção, designadamente de mentir sobre contas milionárias na Suíça e de manter uma vida de luxo com dinheiro desviado da empresa Petrobras.

Acusado de receber subornos no valor de 1,4 milhões de dólares americanos, Cunha foi surpreendido com gastos de valor incompatível face aos seus rendimentos, além da propriedade de um Porsche Cayenne avaliado em mais de 100 mil dólares americanos e que estava em nome da sua empresa Jesus – Eduardo Cunha é cristão evangélico e detém vários domínios na Internet com carácter religioso.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.