Mercado

Brexit: União Europeia pode pedir compensações até 60 mil milhões ao Reino Unido

15/11/2016 - 17:00, Europa, Global Report

O comissário europeu para o Comércio e Serviços e um dos principais negociadores da Comissão Europeia para o Brexit, Michel Barnier, quer que seja a Grã-Bretanha a pagar o preço do buraco financeiro nas contas da UE criado pela saída do país.

Devido ao Brexit, Bruxelas poderá exigir a Londres compensações até 60 mil milhões de euros (52 mil milhões de libras) por incumprimento de compromissos orçamentais, avança o Jornal Económico.

O comissário europeu para o Comércio e Serviços e um dos principais negociadores da Comissão Europeia para o Brexit, Michel Barnier, quer que seja a Grã-Bretanha a pagar o preço do buraco financeiro nas contas da UE criado pela saída do país, estimado entre 49 mil milhões e 60 mil milhões de euros (34 mil milhões e 52 mil milhões de libras).

Outra modalidade em cima da mesa é um acordo de transição, como pretendem as sociedades financeiras da City, que poderá implicar que a Grã-Bretanha continue a pagar na totalidade e durante vários anos as suas contribuições para o orçamento da UE, em vez de pagar os até 60 mil milhões de euros exigidos. O que pode ser mal-visto por muitos que votaram no Brexit.

Segundo RTP, ao citar fontes do Financial Times, diz que a Comissão Europeia recomenda que não se conduzam negociações detalhadas sobre acordos comerciais com o Reino Unido, antes de um esboço de entendimento do “divórcio”, ao contrário do que Londres tem anunciado.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.