Mercado

China quer encerrar plataformas que fazem transacções de moedas criptografadas

05/02/2018 - 10:20, Global Report

Em Setembro do ano passado, o banco central chinês e seis ministérios do país emitiram comunicado conjunto a declarar a ilegalidade das moedas virtuais.

China reforça medidas para travar o uso de criptomoedas como a Bitcoin, avança a agência oficial Xinhua. Entre as medidas constam encerramento de firmas que negoceiam em moedas virtuais e plataformas de intercâmbio.

Em Setembro do ano passado, o banco central chinês e seis ministérios do país emitiram comunicado conjunto a declarar a ilegalidade das moedas virtuais.

Segundo o Económico, a China é o maior consumidor e produtor mundial de bitcoins.De acordo a imprensa chinesa, mais de 90 porcento do comércio global da moeda foi realizado na China.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.