Mercado

Eleições em França. O mundo respira de alívio pela vitória contra o populismo

08/05/2017 - 09:56, featured, Global Report

A primeira-ministra britânica, Theresa May, foi uma das primeiras líderes mundiais a congratular o sucessor de François Hollande.

Por Ana Sanlez*

Paris foi o centro do mundo na noite deste domingo. Em jogo estava não só o futuro de França, mas o de toda a União Europeia.

As sondagens apontavam para uma vitória expressiva de Emmanuel Macron, o candidato do movimento independente En Marche!, que acabou por confirmar-se ainda ao final da tarde.

Os resultados finais revelaram uma vantagem de mais de trinta pontos (66,2% contra 33,9%) em relação à candidata da Frente Nacional, Marine Le Pen, que ainda assim obteve um dos maiores resultados de sempre para o partido de extrema-direita, e conquistou cerca de onze milhões de votos, o dobro do alcançado pelo seu pai em 2002.

Um pouco por todo o mundo, as reacções à vitória de Macron não se fizeram esperar. E foram praticamente todas de alívio e entusiasmo, pelo facto de França não ter seguido a via do populismo. A primeira-ministra britânica, Theresa May, foi uma das primeiras líderes mundiais a congratular o sucessor de François Hollande no Palácio do Eliseu. O número 10 de Downing Street emitiu um comunicado logo após a publicação das primeiras projecções. “França é um dos nossos aliados mais próximos e estamos ansiosos por trabalhar com o novo presidente em várias das nossas prioridades comuns”, comunicou o gabinete de Theresa May. No primeiro contacto com o novo presidente, May não perdeu a oportunidade de discutir “brevemente” o Brexit com Macron.

O presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, também expressou no Twitter a satisfação pelo resultado do escrutínio em França. “Feliz porque os franceses escolheram um futuro europeu. Juntos por uma Europa mais forte e mais justa”, escreveu o presidente da Comissão Europeia, que também enviou uma carta ao presidente eleito, felicitando Macron pelas “ideias progressivas que protegem os cidadãos.”

*Dinheiro Vivo 

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.