Mercado

EUA e China fecham acordo de exportações

12/05/2017 - 09:07, featured, Global Report

O plano de acção de cem dias entre EUA e China inclui a licença para exportar carne de vaca e gás natural liquefeito para o país asiático.

Por Dinheiro Vivo | Lusa

Os Estados Unidos anunciaram hoje os primeiros resultados do plano de acção de cem dias com a China, que incluem a licença para exportar carne de vaca e gás natural liquefeito para o país asiático.

O secretário do Comércio norte-americano, Wilbur Ross, afirmou que o acordo é um passo significativo para impulsionar as exportações norte-americanas e reduzir o défice comercial com a segunda economia mundial. Será também acelerado o processo normativo para autorizar a venda de produtos de biotecnologia e o funcionamento de cartões de crédito norte-americanos na China.

Por outro lado, o acordo abre portas à exportação de carne de aves chinesa para os Estados Unidos. Ross assegurou que “não se trata apenas de acordos comerciais, mas antes de melhorar a capacidade das empresas e produtos norte-americanos para competir no mercado chinês”, enquanto Washington deve facilitar os investimentos chineses no país. O secretário do Comércio qualificou os resultados como algo “sem precedentes nas relações comerciais entre os EUA e a China” e fruto de negociações muito intensas com Wang Yang, vice-primeiro-ministro do Conselho de Estado chinês.

O plano de cem dias foi acordado pelos presidentes Donald Trump e Xi Jinping, no seu primeiro encontro, em Abril passado, na Flórida. Durante a campanha eleitoral, Donald Trump acusou Pequim de concorrência desleal e de destruir postos de trabalho no EUA, prometendo reduzir o défice comercial entre os dois países.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.