Mercado

Outubro negro na economia chinesa

04/11/2015 - 11:04, Asia, Global Report

O sector industrial chinês contraiu inesperadamente em Outubro pelo terceiro mês consecutivo, o que pode revelar perda de vitalidade da economia, refere o Índice de Gerentes de Compras (PMI) divulgado no domingo. O sector de serviços, dos poucos que tem apresentado sinais positivos, também registou desaceleração no mesmo mês passado, com o crescimento mais fraco […]

O sector industrial chinês contraiu inesperadamente em Outubro pelo terceiro mês consecutivo, o que pode revelar perda de vitalidade da economia, refere o Índice de Gerentes de Compras (PMI) divulgado no domingo.

O sector de serviços, dos poucos que tem apresentado sinais positivos, também registou desaceleração no mesmo mês passado, com o crescimento mais fraco dos últimos sete anos. “Embora o PMI tenha estabilizado, é demasiado cedo para se saber se saiu do nível mais baixo”, salienta um comunicado do ANZ Bank.

“O PMI oficial de indústria atingiu em Outubro 49,8, o que repete o ritmo de Setembro e se situa abaixo das expectativas do mercado de 50,0”, lembra a Agência Nacional de Estatísticas. No sector de serviços, cujo crescimento tem ajudado a compensar “a persistente fraqueza na indústria”, o PMI oficial caiu para 53,1 em Outubro, abaixo dos 53,4 verificados em Setembro.

Embora haja um ritmo sólido de expansão, esta foi a leitura mais baixa desde a crise financeira global, verificada no início de 2008.

“A China continua firmemente empenhada na reestruturação e reformas e o consumo tem muito espaço para crescer”, afirmou no domingo o primeiro-ministro, procurando contrariar a ideia que a economia corre o risco de “recessão forçada”.

“A nossa economia continua a crescer a quase sete por cento” disse Li Keqiang a um grupo de empresários sul-coreanos que têm na China o maior mercado de exportação”, realça um despacho da Reuters

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.