Mercado

André Mingas: um nome que deixa saudades, um tributo merecido

15/10/2015 - 11:33, + Mercado, Life & Arts

Uma noite memorável rodeada de amigos e familiares. Para mais tarde recordar.

A homenagem a André Mingas. Todos os caminhos davam para o Show do Mês, no Royal Plaza Hotel, no Talatona. Casa cheia, com emoções ao rubro, num cenário de requinte, toque mágico e  emoção.
Uma noite memorável que levou ao palco do Royal Plaza cantores como Gabriel Tchiema, Kizua Gourgel, Konde Martins, Géssica Santos e Gari Sinedima. Os músicos convidados interpretaram algumas das muitas composições musicais de André Rodrigues Mingas Júnior,  também conhecido por André Vieira Dias Mingas.
O músico e arquitecto era secretário do Presidente da República para os Assuntos Locais, vice-ministro da Cultura, e era referenciado pelos seus alunos e pelo conceituado arquitecto e professor Troufa Real como um grande comunicador, versátil e cativante.
Na universidade, as aulas ministradas por André estavam sempre cheias pela sua capacidade comunicação e cultura e ainda por cima com um tremendo coração, conforme diziam os mais próximos.
O primeiro álbum discográfico de André Mingas, “Coisas da Vida”, embora tenha sido produzido há 30 anos, continua a ser actualmente uma das principais referências da moderna música nacional, misturando já naquela altura ritmos locais com sonoridades do jazz e do rock no semba criando a ideia do semba jazz, criticado na época.
O músico e compositor foi a principal influência para Filipe Mukenga, considerou este certa vez, levando-o a adoptar as dissonâncias que hoje são uma de suas características musicais.
O pai da música Mufete, um dos sucessos de seu repertório, e memorável ainda nos dias que correm, foi vice-ministro da Cultura e  criou a Sociedade de Autores Angolanos (SADIA) que existe até hoje.
André Vieira Dias Rodrigues Mingas Júnior foi um dos fundadores da União dos Artistas Angolanos, tendo composto músicas e letras que expressam o amor, valorizam a mulher angolana e expressam a realidade da vida com grande sentido de paz e fraternidade. O segundo e último álbum de André Mingas, “É Luanda”, foi lançado a título póstumo, gravado três anos antes da sua morte. Foi na Bahia, Brasil, onde vivenciou os últimos dias de vida.

Gosta deste artigo? Partilhe!

1 Comentário

  1. jeremyCah9 11/02/2016 - 05:22

    fiverr cocoservice – Our link building services are the essential part of our Search engine optimization strategies. Our imaginative crew help you define your link-building objectives.

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.