Mercado

“Não encontrámos nenhum cadáver que pudesse ser de Hitler”

03/03/2016 - 06:00, + Mercado, Lazer

A afirmação do militar russo tem feito correr tinta e uns quantos livros. O jornalista Eric Frattini escreveu “Hitler – Morreu no Bunker?”

Também Dwight D. Eisenhower, presidente americano e comandante supremo das forças aliadas, declarou: “Não fomos capazes de descobrir uma única prova da morte de Hitler”.

Entretanto, celebraram-se, a 30 de abril de 2015, os setenta anos sobre o suicídio de Hitler. No entanto, terá Hitler realmente morrido no seu bunker?

Os seus restos mortais nunca foram encontrados… Eric Frattini teve acesso a numerosos testemunhos e documentação da época que demonstram a incerteza que rodeia a sua morte e as pistas sobre a suposta fuga de Hitler e de Eva Braun.

O autor consultou mais de duas mil páginas de documentos que falam da fuga de Hitler nos arquivos do FBI, CIA, MI6, OSS, KGB, FSB e CEANA (Comissão de Esclarecimento das Actividades Nazis na Argentina).

Ficará nas mãos do leitor decidir se a figura que o mundo aprendeu a odiar acabou os dias com um tiro na cabeça, fechado num bunker obscuro, ou numa confortável casa num lugar perdido da Patagónia.

E para se decidir sobre mais esta teoria da conspiração, leia “Hitler – Morreu no Bunker”, de Eric Frattini, publicado em português pela Betrand Editora. 

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.