Mercado

A NBA estreia-se em África

30/07/2015 - 15:40, + Mercado, Life & Arts

A maior liga de basquetebol do mundo escolheu a África do Sul para o primeiro jogo no continente, marcado para 1 de Agosto.

Por Paulo Narigão Reis | Fotografia Getty Images – cortesia SuperSport

A cidade de Joanesburgo, na África do Sul, recebe, em 1 de Agosto, o primeiro jogo da NBA no continente africano. A Ellis Park Arena será o palco de um encontro que vai colocar frente a frente uma equipa formada por jogadores africanos ou com raízes africanas que actuam na maior e mais famosa liga de basquetebol do mundo e outra constituída por jogadores de outras nacionalidades que actualmente evoluem na NBA.
“Este é um momento histórico para a NBA e para o basquetebol africano”, afirma Amadou Gallo Fall, vice-presidente e director administrativo da NBA África. “Este jogo terá impacto nos jovens de todo o continente, sejam jogadores ou não. É também uma oportunidade de celebrar a vasta tradição deste desporto em África, trazendo à África do Sul alguns dos jogadores mais reconhecidos do mundo”, reforçou o responsável.
A equipa africana, denominada Team Africa, será liderada por Luol Deng, jogador dos Miami Heat que tem nacionalidade britânica mas que nasceu no Sudão do Sul, a mais jovem nação do mundo. Do outro lado estará o Team World, capitaneado pelo norte-americano Chris Paul (Los Angeles Clippers) e que incluirá ainda os irmãos espanhóis Pau e Marc Gasol (Chicago Bulls e Memphis Grizzlies, respectivamente).
“Quando ouvi falar da primeira partida da NBA em África, não quis perder a oportunidade de participar”, declarou Pau Gasol, que, apesar de o início da concentração da selecção espanhola, que vai disputar a Euroliga, coincidir com o encontro de Joanesburgo, conseguiu permissão da federação espanhola para se juntar mais tarde à equipa.
Gregg Popovich, cinco vezes campeão da NBA, treinará a equipa de África, ao lado do Treinador do Ano da NBA de 2014-15, Mike Budenholzer, dos Atlanta Hawks, enquanto Lionel Hollins, dos Brooklyn Nets, dirigirá a formação do resto do mundo e contará com Brad Stevens, dos Boston Celtics , como técnico assistente.
Pela NBA já passaram mais de três dezenas de jogadores africanos, o mais famoso deles o nigeriano Hakeem Olajuwon, que, ao serviço dos Houston Rockets, venceu por duas vezes a NBA, em 1994 e 1995, anos em que foi também escolhido como o MVP da final. Outro nome que os adeptos da liga norte-americana de básquete não esquecem é Dikembe Mutombo, o jogador de origem congolesa (nasceu em Kinshasa) cuja carreira na NBA se estendeu por 18 temporadas, entre 1991 e 2009.
A receita do jogo de Joanesburgo, que está esgotado, já tem destino. Servirá para apoiar as associações Boys & Girls Clubs of South Africa, SOS Children’s Villages Association of South Africa e The Nelson Mandela Foundation.
O primeiro jogo da NBA em África, que tem patrocínios de empresas como Nike, Ford e South African Airways, será transmitido em directo e em exclusivo no SuperSport MáXimo 360 (posição 645), a partir das 13h30 de sábado, dia 1 de Agosto.
Angola poderá vir a ter, brevemente, um jogador a evoluir na NBA. Yanick Moreira vai fazer a pré-temporada da liga norte-americana nos Los Angeles Clippers, onde tentará conquistar uma vaga na equipa californiana. Falhará, por isso, o Afrobasket 2015.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.