Mercado

Negociação na BODIVA recua 20% em Setembro face a Agosto

17/10/2017 - 07:57, Bodiva

Investidores mantêm interesse em títulos de curta duração. Montante negociado em títulos com maturidade em 2020 evoluiu 22%, para 21,9 mil milhões Kz.

Por André Samuel

O número de negócios realizados em mercado secundário de dívida pública ascendeu a 158 em Setembro, menos cerca de 30% face aos 229 do mês anterior, revela o relatório mensal da BODIVA.

Segundo o documento, no mês passado, as operações em bolsa ascenderam a cerca de 50 mil milhões Kz, menos 20,39% face Agosto. Ainda assim, em termos acumulados, de Janeiro a Setembro, a BODIVA já movimentou títulos no valor de 266,1 mil milhões Kz, o que representa mais do dobro (116%) em relação ao mesmo período do ano passado.

Agosto permanece como o período do ano com maior volume de negócios (cerca de 62,3 mil milhões Kz). A evolução até Setembro traduz, entretanto, um claro desenvolvimento deste mercado, fruto de um crescente interesse por parte dos investidores, associado a campanhas de maior esclarecimento que a BODIVA vem desenvolvendo.

Mais transparência na formação de preços

Pelo sistema de order drivers, em ambiente multilateral, foram negociados 77% dos títulos de dívida pública do mês, avaliados em 29,2 mil milhões Kz, pouco mais da metade do total. Recorde-se que foi com a implementação do Mercado de Bolsa de Títulos do Tesouro (MBTT), em Novembro do ano passado, que se tornou possível colocar e gerir ordens de negócio em regime de order drivers, o que traz vantagens aos investidores, dada a concorrência entre compradores.

Na altura, a BODIVA avançou que a negociação multilateral proporcionada pelo MBTT garante maior transparência na formação de preços, que passam a ser fixados de acordo com as regras de mercado e dentro de um sistema organizado (anteriormente, era efectuada fora do mercado em ambiente bilateral).

De acordo com a BODIVA, o BFA foi o membro que negociou maiores valores em Setembro, cerca de 36 mil milhões Kz, seguido pelo Standard Bank Angola (32,5 mil milhões Kz) e pelo BAI (15,2 mil milhões Kz). O BFA registou, contudo, uma queda cerca de 37% face a Agosto. No entanto, o quadro inverte-se na comparação homóloga, com um crescimento superior a 100% face aos 17 mil milhões movimentados em igual momento do ano passado.

O montante negociado pelo Standard Bank Angola cresceu, em termos mensais e homólogos, cerca de 14% e 160%, respectivamente. De igual modo, o BAI viu os montantes negociados aumentarem 99% no mês e 24% face ao homólogo.

Maturidade de 2018

Os investidores mantêm, entretanto, a tendência verificada ao longo ano para negociarem títulos de curta duração, em detrimento dos que têm prazos de reembolso mais longos. Em Setembro, segundo o relatório da BODIVA, o montante negociado com os títulos com maturidade definida para 2020 evoluiu 22%, para 21,9 mil milhões Kz, face ao mês anterior. Os títulos cujas maturidades cessam em 2018 e 2019 movimentaram 11 mil milhões Kz e 20 mil milhões Kz em Setembro.

Já os títulos com maturidades em 2021, 2022 e 2023 movimentaram 16,4 milhões Kz, 308 milhões Kz e 2,6 milhões Kz, respectivamente.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.