Mercado

OT representam 82% do negócio da BODIVA

24/07/2017 - 08:11, Bodiva, Markets

Dívida pública movimentou 130 mil milhões Kz em bolsa no primeiro semestre, com as obrigações do Tesouro a dominar. Investidores continuam afastados de maturidades mais longas.

Por André Samuel

andre.samuel@mediarumo.co.ao 

A BODIVA negociou 130 mil milhões Kz em títulos de dívida pública no primeiro semestre, com as obrigações do Tesouro (OT) a merecerem clara preferência face aos bilhetes do Tesouro (BT).

Do total transaccionado de Janeiro a Junho, 73 mil milhões dizem respeito a negociações em ambiente multilateral, e os restantes 57 mil milhões Kz, em ambiente bilateral, tendo o montante médio mensal de negociação ascendido a 21,7 mil milhões Kz.

Relativamente aos negócios realizados por ano de vencimento, verifica-se que as maturidades de 2017, 2018 e 2019 representaram 15%, 51,7% e 16%, respectivamente, ao passo que maturidades mais longas – 2021, 2022 e 2023 – representaram apenas 1%, 2%, e 5%, respectivamente.

Quanto ao montante negociado por maturidade, mantém-se a tendência, com as maturidades até três anos a valerem um quarto do total.

As maturidades de 2021, 2022 e 2023, por exemplo, representam 0%, 4% e 4%, respectivamente, do total.

No primeiro semestre, verificou-se uma clara predominância de negócios, envolvendo OT (94%) em detrimento dos BT (6%).

Por montante negociado consoante o tipo de valor mobiliário, as OT representaram 82%, e os BT, 8%. Os negócios envolvendo OT ascenderam a 106 mil milhões Kz , ao passo que os negócios referentes a BT se ficaram por 24 mil milhões Kz.

Em termos do pricing praticado por cada ano de maturidade, manteve-se a tendência de maior ‘desconto’ nos títulos com maturidades mais longas, o que indicia maior percepção de risco por parte dos investidores.

Objectivos da BODIVA

A BODIVA coloca à disposição da economia angolana mercados juridicamente seguros, onde as entidades que procuram financiar as suas actividades (os emitentes) e aqueles que pretendem rentabilizar os seus capitais (os investidores) poderão negociar com equidade, confiantes de que não serão discriminados ou preteridos no acesso à informação, nem no acesso às oportunidades de negociação que surjam.

A BODIVA assegura, a todos os intervenientes, uma conectividade transparente nos Mercados Regulamentados de Valores Mobiliários e Derivados (MRVM&D), por oposição à negociação fora deles. A estruturação dos mercados regulamentados é um dos objectivos principais da actividade da BODIVA.

Essa estruturação deve obedecer aos valores expressos, nomeadamente, a defesa da integridade, da transparência, da segurança jurídica e operacional e da qualidade dos MRVM&D.

O desenvolvimento dos mercados secundários está assente na capacidade de mediação e intermediação das instituições financeiras legalmente autorizadas a prestar serviços de investimentos.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.