Mercado

É importante racionalizar divisas

28/07/2017 - 10:04, Opinião

As Reservas Internacionais Líquidas (RIL) caíram, em Maio, perto de 410 milhões USD (18 mil milhões USD), face a Abril do ano em curso. As RIL ascendiam a 19.202 milhões USD, a 31 de Março, mas baixaram no final de Abril para 18.435 milhões USD, a repetir os mínimos desde 2011.

Por Aylton Melo 

As Reservas Internacionais Líquidas (RIL) caíram, em Maio, perto de 410 milhões USD (18 mil milhões USD), face a Abril do ano em curso. As RIL ascendiam a 19.202 milhões USD, a 31 de Março, mas baixaram no final de Abril para 18.435 milhões USD, a repetir os mínimos desde 2011. Isto acontece pelo facto de as importações continuarem a pressionar para uma maior disponibilidade de divisas.

Há cerca de dois anos, o BNA primou por medidas de contenção para estancar a dissipação das RIL, resultante da falta de previsões e programações de alocação de divisas. A alta autoridade Bancária observou na altura que o rácio de disponibilidade das RIL era insustentável.

O País poderia cair numa situação de risco soberano. No início de 2016, o banco central disponibilizou em leilão entre 1,5 mil milhões USD e 2 mil milhões USD. Num prazo de sete meses, o País perderia 14 mil milhões USD das reservas e a velocidade de reposição não está a acontecer, pelo contrário as RIL continuam em queda.

Como se sabe, a falta de previsão que se assistiu e a forma desenfreada com que alguns empresários nacionais e estrangeiros exportavam cambiais até à data foram de tal modo explícitas, que mostraram as fragilidades do nosso sistema financeiro.

Por isso, era necessário impor acima de tudo disciplina. Então, houve a necessidade de se implementar a previsão e programação de alocação. Tal plano implicou a alocação racional das divisas, principalmente em euros.

A colheita fiscal, que é captada pelas exportações, principalmente pelo sector petrolífero (actualmente correspondem a perto de 50% das receitas do Estado), mantém o stock em divisas do Estado e as importações de bens (alimentos, maquinaria e matéria-prima para as indústrias) e serviços prioritários, essenciais por oito meses, para a estabilidade dos sectores social e produtivo. Noutros países, as divisas dos países servem para aumentar as RIL.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.