Mercado

China ameaça equilíbrio da economia global

12/10/2015 - 14:16, Uncategorized

Banco Mundial e FMI revêem em baixa previsões para o crescimento devido ao desaceleramento chinês. A economia global deverá crescer 3,1% em 2015, enquanto o crescimento da China foi revisto em baixa para 6,9% este ano. A China constitui o maior risco para a saúde da economia global. A conclusão pertence às duas maiores instituições […]

Banco Mundial e FMI revêem em baixa previsões para o crescimento devido ao desaceleramento chinês. A economia global deverá crescer 3,1% em 2015, enquanto o crescimento da China foi revisto em baixa para 6,9% este ano.

A China constitui o maior risco para a saúde da economia global. A conclusão pertence às duas maiores instituições económicas do planeta, o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional, que revelaram uma série de projecções para 2015 e 2016 nada animadoras para o crescimento económico mundial, com o crescimento do Leste asiático – que inclui a China – a ser depreciado pelo Banco Mundial e o crescimento global a ser revisto em baixa pelo FMI.

No seu derradeiro relatório, intitulado “East Asia and Pacific Economic Update”, o Banco Mundial cortou as suas previsões de crescimento em 2015 e 2016 para o Leste da Ásia e Pacífico, argumentando que as perspectivas estão condicionadas pelo risco de uma desaceleração acentuada na China e pelas possíveis repercussões do esperado aumento da taxa de juro de referência por parte da Reserva Federal dos Estados Unidos.

A instituição com sede em Washington antevê agora que o crescimento económico na região, que inclui a China, seja de 6,5% em 2015 e 6,4% em 2016, contra 6,8% em 2014. A previsão anterior, datada de Abril, era de 6,7% para este ano e para o próximo.

Leia o texto analítico, na íntegra, na edição imprensa do jornal Mercado desta semana, nas bancas a partir de amanhã, terça-feira, 13.

Por: Paulo Narigão Reis

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.