Mercado

Crédito de BAI e BFA abaixo do primeiro trimestre

27/10/2015 - 00:55, Uncategorized

O crédito foi maior no primeiro trimestre do ano, decaiu no segundo para 9,34% (BAI) e 19,08% (BFA) e registou ligeira subida no terceiro, 7,78% e 16,35%, mas abaixo dos indicadores de 368,3 mil milhões Kz, para o primeiro, e 232,3 mil milhões Kz para o segundo. O Banco de Fomento Angola (BFA) e o Banco Angolano de Investimento (BAI) registaram quedas no volume de crédito concedido no segundo […]

O crédito foi maior no primeiro trimestre do ano, decaiu no segundo para 9,34% (BAI) e 19,08% (BFA) e registou ligeira subida no terceiro, 7,78%
e 16,35%, mas abaixo dos indicadores de 368,3 mil milhões Kz, para o primeiro, e 232,3 mil milhões Kz para o segundo.

O Banco de Fomento Angola (BFA) e o Banco Angolano de Investimento (BAI) registaram quedas no volume de crédito concedido no segundo trimestre de 2015, face ao primeiro, e ligeira recuperação no terceiro trimestre, segundo análise do Mercado, um “fenómeno” normal para especialistas do sector financeiro abordados por este jornal.

Os especialistas discordam de que a subida consecutiva da taxa básica BNA, desde o início do ano, tenha tido forte influência na retracção do crédito e na ligeira subida dos últimos trimestres do ano.

O crédito do BFA no segundo trimestre caiu para 188,01 mil milhões Kz (19,08%), quando no primeiro havia se fixado nos 232,35 mil milhões Kz.

Na transição para o terceiro trimestre, houve ligeira subida de 7,78%, atingindo os 218,76 mil milhões Kz, abaixo do primeiro indicador.

Os balancetes do BAI dos três trimestres decorridos apresentam cenários idênticos aos do BFA, na concessão de crédito, pois decaíram do primeiro para o segundo trimestre, e registaram ligeira recuperação ao terceiro.

Leia o artigo na íntegra na edição desta semana do jornal Mercado, já nas bancas desde hoje, terça-feira (27), com indicadores comparativos da evolução do crédito face à taxa básica de juro do banco central.

Por: Fernando Baxi

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.