Mercado

Mercado de valores mobiliários é rentável

17/12/2015 - 22:08, Uncategorized

O financiamento pelos mercados de valores mobiliários mantém o sistema de pagamentos longe dos riscos existentes na esfera real da economia, o que contribui para preservar a estabilidade do sistema financeiro, afirmou, nesta quinta-feira, a secretaria de Estado das Finanças. Valentina Filipe proferiu esta garantia na sessão de abertura de um seminário sob lema “O […]

O financiamento pelos mercados de valores mobiliários mantém o sistema de pagamentos longe dos riscos existentes na esfera real da economia, o que contribui para preservar a estabilidade do sistema financeiro, afirmou, nesta quinta-feira, a secretaria de Estado das Finanças.

Valentina Filipe proferiu esta garantia na sessão de abertura de um seminário sob lema “O Mercado de Dívida Corporativa”, em Luanda, que arranca neste final de ano, com empresas nacionais e estrangeiras que virem a manifestar interesse.

Disse que quando o financiamento é obtido através dos mercados de valores mobiliários, o crescimento tem uma dinâmica própria, que não depende do ritmo a que os bancos comerciais consigam reforçar os seus capitais próprios.

Segundo pesquisa do jornal Mercado, o Standard Bank Angola integra os bancos que operam no País com forte potencial para negociar títulos da dívida pública nos mercados regulamentados pela Bolsa de Dívida e Valores de Angola, tendo em conta a negociação de títulos e valores mobiliários que obteve junto de seus clientes nos exercícios financeiros de 2013 e de 2014.

De acordo com o último relato financeiro anual do banco, foram negociados títulos e valores mobiliários em carteira, em 2014, no valor de 34,2 mil milhões Kz, um crescimento de 100% face ao ano anterior, sendo esta a rubrica do activo do banco com maior peso no ano passado.

Trata-se de um aumento sobre o qual contribuiu o acréscimo significativo no volume de Bilhetes de Tesouro, mais 30.188 milhões Kz do que em 2013, representando 56,9% do total da carteira de títulos do banco.

O banco deixou de ter na sua carteira títulos do banco central, em 2013, uma vez que este instrumento financeiro deixou de ser colocado no mercado. O Standard Bank Angola aumentou o montante aplicado em títulos de maturidade até um ano, em detrimento dos títulos de mais longo prazo. Foram negociados títulos e valores mobiliários em carteira, em 2014, no valor de 34,2 mil milhões Kz.

Já o Banco Caixa Geral Totta (mudou de designação para Banco Caixa Geral Angola), para além do ganho nos activos em 37%, as classes de títulos e valores mobiliários registaram um aumento na ordem de 0,6% (46,7 mil milhões Kz), entre o primeiro semestre do passado e do presente ano.

Na primeira metade do ano corrente, o Banco de Fomento Angola, para além do crescimento do activo, as operações cambiais, créditos, juntara-se aos títulos e valores mobiliários, pois registaram ritmo de crescimento, ao lado dos instrumentos financeiros derivativos, imobilizações, bem como as disponibilidades.

Enquanto no primeiro semestre de 2014 os títulos e valores mobiliários do BFA atingiram 380,9 mil milhões Kz, no período homólogo do ano corrente cresceu para 465,5 mil milhões Kz, um aumento taxativo de 22,21%.

Por: Estêvão Martins

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.