Mercado

Nova colecção de Fernando Nunes no Camões

30/12/2016 - 10:13, + Mercado, Life & Arts, Uncategorized

A mostra é uma oportunidade para avaliar a evolução do artista, que cedo ganhou reputação, ilustrada com a conquista de vários prémios.

Por Estêvão Martins | Fotografia Njoi Fontes

Nos Caminhos da Consolidação da Paz, do artista plástico Fernando Nunes, já se encontra à disposição do público há dias, no Camões – Centro Cultural Português, em Luanda, até 11 de Janeiro próximo.

Decorridos 15 anos desde a sua última exposição individual, Fernando Nunes regressa e manifesta vontade de surpreender o público. A exposição reúne 30 obras inéditas, resultantes de um prolongado trabalho de investigação. A mostra é uma oportunidade para avaliar a evolução do artista, que cedo ganhou reputação, ilustrada com a conquista de vários prémios. Aborda igualmente temas ligados à cultura ancestral, mas também ligados à natureza e à mulher, numa multiplicidade de facetas. Um olhar contemporâneo sobre a cultura ancestral, nomeadamente, seus mitos, suas lendas e histórias.
A natureza revisitada, através do embondeiro, árvore sagrada e mítica.

A Welwitschia mirabilis, no esplendor da sua singularidade, também é retratada na mostra. A exposição Nos Caminhos da Consolidação da Pazé como um “regresso a casa”, pois Fernando Nunes fez a primeira e a segunda exposição individual no Camões. Foi o local em que, como artista, nasceu para o público, em 1999, com a colecção intitulada Swswmwka(Despertar).

Fernando Nunes nasceu na província do Uíge, em 1968. Licenciado em Sociologia pelo Instituto Superior de Ciências da Educação de Luanda (ISCED) em 2010, possui formação média em escultura, realizada na Escola de Artes Plásticas do Instituto Médio de Formação Artística e Cultural (INFAC). Actualmente é gestor da colecção EnsArte.

Realizou as exposições individuais Arte no Espaço e no Tempo (2001) e Swswmwka(1999) no Centro Cultural Português. Participou em mais de 20 exposições colectivas e conquistou os prémios Sonangol (2006), Cidade de Luanda (2004), Menção Honrosa no Concurso da De Beers (2001), Menção Honrosa em Escultura no concurso Cidade de Luanda (2004), Menção Honrosa no certame Cidade de Luanda (1999) e Menção Honrosa no EnsArte (1996).

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.