Mercado

Angola está de volta à Bolsa de Turismo de Lisboa

14/02/2018 - 11:26, Business, featured

Depois de dois anos de ausência, o País regressa a um dos grandes certames mundiais de promoção turística. OGE 2018 tem verbas para este tipo de acções, ao contrário do de 2017.

Por André Samuel

andre.Samuel@mediarumo.co.ao

Uma comitiva de operadores turísticos nacionais, dirigida pelo Instituto de Fomento do Turismo (INFOTUR) vai representar o País na 28.ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre de 28 do corrente mês a 2 de Março no recinto da Feira internacional de Lisboa (FIL) no Parque das Nações.

A participação na BTL 2018 marca o regresso de Angola aos grandes eventos internacionais de promoção do potencial turístico, após dois anos de ausência motivados pela crise económica e financeira que o País tem vivido nos últimos anos.

No Orçamento Geral do Estado para 2018 (OGE 2018), ao contrário do de 2017, estão contempladas verbas para a organização e participação em fóruns nacionais e internacionais na área do turismo em torno de 20 milhões Kz.

O documento prevê ainda uma verba de 36,1 milhões Kz para acções de divulgação e promoção das potencialidades turísticas  nacionais.

A aposta na divulgação e promoção da actividade turística nacional está alinhada com a intenção, manifestada pelo Presidente da República, João Lourenço, no discurso de tomada de posse, em Setembro do ano passado, de desenvolver acções para a captação de investimento estrangeiro para potenciar sectores considerados de “relevante importância”. “Vamos actuar em duas direcções, nomeadamente no crédito à indústria e no investimento estrangeiro para os sectores da agro-pecuária, das indústrias, das pescas, do turismo, dos transportes, da imobiliária e outros de relevante importância para a economia”, prometeu o Presidente.

Uma oportunidade de negócios

Angola ocupará o Pavilhão 03, Stand 3C29 e, ao longo dos cinco dias do certame, o ‘espaço’ angolano oferecerá um conjunto significativo de actividades, como conferências, workshops, demonstrações, encontros empresariais e outros. Os três primeiros dias do evento serão dedicados a profissionais do sector. Nos dois dias seguintes, a BTL abre as suas portas ao público em geral.

Com mil expositores oriundos de 39 mercados, e com a previsão de cinco mil reuniões, a BTL oferece aos profissionais do sector a oportunidade de conhecerem em profundidade o mercado internacional, uma vez que boa parte dos expositores aproveita a feira para apresentar as suas principais novidades. “Para os profissionais ligados ao sector do turismo, a BTL é uma oportunidade para encontrar compradores profissionais, para conhecer a concorrência, para analisar a tendência dos mercados e posicionar a sua oferta de uma forma inovadora e competitiva”, descreve a organização do evento, no seu website.

Estima-se que a BTL receba, este ano, 77 mil visitantes, a quem será oferecida a oportunidade de escolher novas soluções e destinos para as férias a preços altamente competitivos. “Para o público, a BTL constitui a oportunidade de conhecerem novos destinos e soluções, e de compararem propostas e comprarem ofertas a preços altamente competitivos. Tudo isto num ambiente espectacular de festa, cor e alegria, onde a música e a gastronomia marcam presença assídua”, avança a organização.

Para o secretário-geral da Associação das Agencias de Viagens e Operadores Turístico de Angolana (AAVOTA),  Augusto  Pedro,  são  “altas  e positivas” as expectativas em relação à participação nacional no certame, uma vez que este “oferece boas oportunidades de parcerias para os associados”. “Com os ajustes previstos nos preços das transportadoras aéreas, teremos, nos próximos anos, a retoma do elevado fluxo de turistas para o País, por isso, queremos desde já estabelecer novas parcerias e inteirar das inovações que o mercado internacional oferece”, afirma, ao Mercado.

O responsável lembra que o turismo de negócios tem sido o principal atractivo do País, mas defende que “é chegada a hora” se promover com mais intensidade “outras modalidades de turismo que Angola oferece”.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.