Mercado

Lucros da dona da Zara crescem 6% entre Fevereiro e Outubro

18/12/2017 - 11:08, Business

Grupo Inditex admite que as altas temperaturas registadas em período de Outono refrearam a compra de roupas mais quentes.

Dinheiro Vivo

O grupo espanhol Inditex, que detém a Zara, melhorou os lucros em 6% entre Fevereiro e Outubro para os 2,341 mil milhões EUR. A Inditex apresentou na última quarta-feira os resultados dos primeiros nove meses fiscais e revelou um “forte desempenho operacional”.

As vendas do grupo fundado por Amancio Ortega cresceram 10% no mesmo período, para os 17,963 mil milhões EUR, o ritmo mais baixo desde 2014. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) somou 3,819 mil milhões EUR, aumento de 5,8% face ao mesmo período de 2016.

A dona da Zara admite que as altas temperaturas registadas em período de Outono refrearam a compra de roupas mais quentes, segundo nota de resultados citada pelo jornal El Confidencial. O grupo Inditex conta actualmente com 7504 lojas em 94 países, de marcas como Zara, Bershka, Massimo Dutti, Pull&Bear, Stradivarius, Oysho e Zara Home. Entre Fevereiro e Outubro foram abertos novos espaços em 52 mercados, inclusive a estreia na Bielorrússia. Na apresentação de resultados foi ainda destacada a expansão do modelo integrado de vendas em lojas físicas e online, que já está disponível em 45 países, refere o jornal Expansión.

Venda de lojas

A Inditex estará também a planear a venda de 16 lojas na Península Ibérica– duas delas em Portugal – para angariar cerca de 400 milhões EUR, numa altura em que as vendas online aceleram em Espanha, noticia a Bloomberg.

Em causa está uma operação de sale-and-leaseback com um prazo de 20 anos – cuja alienação do património imobiliário torna a empresa arrendatária –, mas que garante ao comprador a possibilidade de ver o imóvel desocupado logo no final dos primeiros cinco anos.

Esta alienação de património, explica uma fonte próxima do processo à Bloomberg, insere-se na estratégia de homogeneização do regime de leasing.Pouco se sabe sobre a localização das lojas em causa, apenas que uma delas fica situada na Calle Preciados, em Madrid, a rua com o valor mais elevado de arrendamento de lojas na capital espanhola.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.