Mercado

Amazon compra a empresa que os ‘tubarões’ rejeitaram

01/03/2018 - 09:15, Business, featured

A ideia foi apresentada em 2013, mas nenhum dos cinco investidores ficou convencido. Cinco anos depois, a Amazon comprou-a por mil milhões de dólares.

Dinheiro Vivo

Campainhas com câmaras de vídeo e conectáveis aos smartphones. Esta foi a ideia que a DoorBot apresentou, em 2013, aos cinco investidores de risco do programa Shark Tank. Na altura, pedia 700 mil dólares a troco de uma participação de 10% na empresa, sustentando que o seu produto garantia segurança aos donos da casa, que podiam ver e falar com quem lhes batia à porta, estivessem eles em casa, no trabalho ou até de férias.

Muitas perguntas e respostas depois, nenhum dos ‘tubarões’ se sentiu convencido com a startup que, na altura, registava 100 milhões em vendas e dava emprego a mais mil trabalhadores. Cinco anos depois, a Amazon anuncia que comprou a DoorBot, que entretanto mudou de nome para Ring, por uns simpáticos mil milhões de dólares, o equivalente a 819 milhões de euros.

E o que levou a gigante do e-commerce a apostar numa empresa que, desde que apareceu e ‘fracassou’ no programa, manteve o seu negócio? Estratégia.

Ouvidos pela agência Reuters, os analistas consideram que o negócio dá continuidade a um dos objectivos da gigante do retalho online, que também quer contribuir para a segurança doméstica ao mesmo tempo que melhora o seu serviço de entregas, tendo assim a possibilidade de completar entregas aos seus clientes mesmo que estes não estejam em casa na altura de receber a encomenda. Olhando para o histórico da empresa de Jeff Bezos, este objectivo não é propriamente novo, uma vez que a Amazon também tem em curso um outro projecto semelhante, a Amazon Key, uma fechadura inteligente com câmara integrada e que dá aos estafetas o acesso às habitações para entrar nas habitações desocupadas e, mesmo que o dono da casa esteja ausente.

 

 

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.