Mercado

‘Entrecores’, uma exposição que aposta ao colorido da vida

13/12/2017 - 15:19, featured, Life & Arts

Jardel Selele tem 36 anos e uma paixão pela pintura, que foi crescendo à medida que se foi rodeando de entendidos na arte. Entre cores é a sua mais recente exposição, patente na Fábrica de Sabão a partir de dia 9.

Chama-se Jardel Selele e desde cedo começou a ganhar gosto pela  pintura. Natural de Viana, deu as suas primeiras pinceladas com o seu irmão mais velho, David Selele, e, em 2009, inicia aulas de desenho artístico com o renomado artista plástico Evadilson José Ferreira.

Em 2010 começou a frequentar o Atelier Celamar, onde foi aprendendo com artistas já conceituados no mundo das artes, como Eduardo Vueza, Zeca Lucombo, Paulo Kussy, Marcela Costa, José Jão, João Jorge, Alves Manuel, Armando Scoot e Aristóteles Sanza André. Um período de aprendizagem que decorreu até ao ano de 2013, altura em que estudou Construção Civil no ensino médio, mas com foco na área de desenhador projectista.

Em 2015, entrou na escola média de Artes Plásticas ( CEARTE), no Complexo das Escolas de Artes. E, desde então, tem seguido esta carreira. A sua grande exposição individual aconteceu em 2017. Rostos e Traços na Galeria Tamar Golan.

Depois sucederam-se várias outras, mas num âmbito mais colectivo, desde 2011 até este ano. Foi artista-revelação do mês de Novembro na revista Nova Família e na Universo Kids’ no Brasil. Tem, portanto, obras espalhadas um pouco por todo o mundo.

Aos 36 anos, é já director artístico do projecto Maratona dos Artistas e membro da BJAP (Brigada Jovem de Artistas Plásticos). Também integra o Projecto Caderno de Artes na Escola e tem prazer pelo ensino desta arte. Precisamente a fechar mais um ano, 2017, Jardel Selele vai expor, na Fábrica de Sabão, em Luanda, o seu mais recente trabalho denominado Entrecores, de 9 de Dezembro até Janeiro. Muita cor. Muita vida. Muita arte para dar a conhecer.

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.