Mercado

Carlos Lopes é o novo chairman do Fundo Soberano

11/01/2018 - 01:43, Finanças

O economista já desempenhou funções de ministro das Finanças entre 2010 e 2013 e de vice-ministro do Planeamento, há quinze anos.

O novo presidente do conselho de administração do Fundo Soberano de Angola (FSDEA) já foi vice-ministro do Planeamento, há 15 anos, e era responsável por departamentos importantes do referido ministério.

Enquanto desempenhou o cargo no Planeamento, era responsável pela coordenação e supervisão directa da Direcção Nacional de Investimentos, da Direcção Nacional de Desenvolvimento Territorial, do Gabinete Jurídico e do Centro de Documentação e Informação.

Estava sob gestão de Carlos Lopes, enquanto vice-ministro (actualmente designa-se Secretário de Estado), a coordenação e elaboração de planos de médio prazo e também a de relatórios anuais de execução do plano nacional.

Também coordenava a elaboração do Programa de lnvestimento Público nacional e do respectivo relatório de execução, bem como preparava os critérios de selecção de projectos de investimento.

A coordenação de formulação de orientações para o desenvolvimento estratégico das províncias e a definição de metodologias de programação territorial eram geridas pelo economista.

Carlos Lopes foi, igualmente, coordenador técnico do grupo de trabalho do sector produtivo do Conselho de Ministros e, desde há anos, participa em reuniões anuais do Banco Mundial e do Fundo Monetário lnternacional, do Banco Africano de Desenvolvimento e do Fundo Africano de Desenvolvimento.

O novo presidente do FSDEA vai ser coadjuvado por quatro administradores executivos, nomeadamente, Laura Alcântara Monteiro, Pedro Sebastião Teta, Valentina de Sousa Matias Filipe e Miguel Damião Gago, este último desempenhava igual função no anterior conselho de administração do fundo.

Integravam o anterior conselho de administração do FSDEA, ora exonerado, José Filomeno de Sousa dos Santos (presidente) e Hugo Miguel Évora Gonçalves e Miguel Damião Gago (administradores executivos).

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.