Mercado

Fusões e aquisições: particularidades em Angola

12/03/2018 - 16:23, Opinião

F&A são a forma mais adequada que as empresas adoptam para se tornarem mais competitiva.

Por Fausto Simões / Presidente da Comissão Directiva da Ordem dos Economistas de Angola

A nível mundial, as fusões e aquisições (F&A), genericamente, são adoptadas a partir de estratégias empresariais para fazer face às bruscas transformações nos mercados quer nacionais, quer internacionais. É a forma mais adequada que essas empresas adoptam para se tornarem mais competitivas, pois adoptam as sinergias que cada uma das intervenientes carrega consigo. Ao adoptarem esta estratégia explicitamente, essas empresas estão a diferenciar–se das demais, conquistando novo espaço no mercado, particularmente quando se trata de pequenas ou mesmo médias empresas. De outro modo, continuariam expostas a um ambiente agressivo, correndo o risco de serem ‘engolidas’ pelas mais poderosas nos ramos em que estão inseridas. Além disso, com esse procedimento, essas novas empresas acabam, na sequência da nova estratégia, por inovarem os seus métodos de trabalho e, eventualmente, as especificações dos seus produtos ou serviços. Outras grandes mais-valias resultantes desta opção estratégica são, normalmente, o aumento de capital, o aumento de cérebros e, nos casos que exigem delegações ou sucursais, estas crescem exponencialmente (caso da banca).

Saiba mais do Jornal Mercado, edição 145, já nas bancas!

Gosta deste artigo? Partilhe!

Deixe o seu comentário

You must be logged in to post a comment.